As tatuagens de homenagem aos filhos simbolizam o elo ou amor incondicional que une os pais aos filhos.

Quando as palavras são insuficientes ou perdem o seu significado, quando as expressões verbais não possuem valor suficiente, as tatuagens tornam-se uma escolha perfeita para todos os que desejam mostrar os aspectos importantes das suas vidas, de forma substancialmente permanente.

Embora digamos constantemente às nossas mães o quanto as amámos, durante os dias menos bons, no meio de todos os argumentos, lutas, mal-entendidos e diferenças, estas palavras realmente não significam muito.

Estas tatuagens retratam duas pessoas ligadas pelo sangue, no caso dos filhos, ou então com uma ligação profunda, como as madrinhas e as afilhadas ou os filhos adotados.

Estes projetos podem ser feitos de variadíssimas formas, recorrendo a inúmeros elementos diferentes.

A imagem da mãe a segurar o seu filho é uma das imagens mais recorrentes.

Os nomes, as datas de aniversário, as pegadas do bebé, as dedicatórias e os corações são as imagens escolhidas com mais frequência.

Estes projetos embora sejam elaborados maioritariamente em cores neutras, também se encontram com outras tonalidades, nomeadamente o azul e o rosa ou ainda o vermelho.

Quanto à localização, os ombros, os pulsos, as costas e os braços são as zonas do corpo mais escolhidas para estas tatuagens.

No entanto, e sendo geralmente de pequenas dimensões, estes trabalhos podem ser colocados em qualquer parte.

Estes projetos não têm qualquer estilo padrão ou design.

O principal objetivo é mostrar o vínculo pais e filhos.

As tatuagens em estilo aquarela também são uma boa opção para homenagear os filhos, já que permitem a realização de trabalhos incríveis.

Existem algumas formas de simbolizar a maternidade para deixar mais nítida a relação entre pais e filhos.

Existem símbolos como o da cultura celta, a representação de mulheres com os seus filhos e árvores com raízes aparentes.