Em geral, as pessoas usam as tatuagens de Hamsá como um símbolo de proteção, poder e força.

O seu uso é dado como um encanto que torna aquele que o tem imune ao mal.

A tatuagem de hamsá abraça um profundo sentido mágico e serve como um forte amuleto defensivo.

Estas incríveis variações dos padrões visam diferentes gostos, que não deixam ninguém impassível.

Hamsá é um dos símbolos mais antigos da proteção conhecida como a mão de Deus ou a mão de Fátima.

A palavra “hamsá” possui raízes semitas e significa “cinco”.

A tatuagem com este símbolo é tradicionalmente retratada em coloração azul, na forma de uma palma com grandes polegares em ambos os lados.

Esta imagem é a mais popular entre árabes e judeus, no entanto, hoje é aplicada pelos representantes de qualquer religião e nacionalidade.

O principal significado deste símbolo é proteção contra o mal, infortúnios e ansiedade.

O olho que é frequentemente apresentado ao centro ajuda a “afastar” a força das trevas e a defender-se dos ataques maliciosos e inesperados.

Outras interpretações de hamsá incluem:

Felicidade e coração – hamsá com os dedos para baixo é um amuleto feminino, projetado para defender as mães, promover a procriação, proteger a família, familiares e trazer harmonia e entendimento mútuo entre os cônjuges.

Resistência e fortaleza – de acordo com uma lenda antiga, a filha de Profeta Maomé, Fátima, deixou cair a colher com surpresa quando o seu marido veio com uma nova esposa, mas continuou a mexer a comida a ferver numa panela com a mão, apesar da dor.

A imagem da sua mão simboliza paciência e fé.

Erotismo – este sentido é revelado na composição de hamsá com dois dedos.

Intuição – (com cinco dedos) – pode ser interpretado como um sinal da sabedoria contida nos cinco livros da Torá.

Os cinco dedos são interpretados como os cinco sentidos – os judeus acreditam que, se uma pessoa usa adequadamente esses cinco sentidos, ele adquire o sexto sentido – a intuição.

Além da representação tradicional, este talismã pode ser complementado por vários símbolos de proteção, tais como, o olho, o elefante, o urso, o unicórnio, o peixe, a lua, a estrela de davi e o yin e yang.

A imagem do hamsa é muitas vezes complementada com  flores vermelhas, folhas coloridas e rosas.

As cores e os desenhos propõem muitas ideias interessantes: hamsá em preto, detalhada, com elementos geométricos, tribal, entre outros.

A imagem de Hamsá obteve o nome “mão de Fátima” no Islã, onde está associada a cinco bases: fé, caridade, oração, peregrinação e jejum.

Estas tatuagens em preto e branco sob a forma de uma mão estão decoradas com padrões maravilhosos no centro do qual é um olho.

Este sinal mantém-se protegido contra danos e o mau-estar.